Infraestrutura Que Queremos

A iniciativa “Infraestrutura Que Queremos” é um produto exclusivo do GT Infra com a finalidade de apresentar soluções para os problemas de infraestrutura do Brasil.

A proposta é desenvolver uma série de artigos com os mais variados especialistas discutindo modelos e alternativas sustentáveis de desenvolvimento, sempre sob o prisma de garantir justiça socioambiental.

Os textos terão como base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). O intuito é contribuir para que todas as obras de infraestrutura sejam avaliadas segundo critérios como os ODS prioritários para o GT Infraestrutura e que o país planeje e execute obras que busquem atingir as metas dos ODS.

Os ODS da ONU foram criados em 2015 por diversos atores mundiais a fim de determinar o curso global de ação para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar para todos, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climáticas. Eles se baseiam nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM).

Para o secretário executivo do GT Infraestrutura, Sérgio Guimarães, o cenário crítico observado no Brasil e em todo o mundo no campo socioambiental instiga ações urgentes.

“O mundo voltou os olhos para o nosso país com o aumento exponencial do desmatamento e das queimadas na Amazônia em 2019. Esta é uma oportunidade única para que apresentemos novas ideias e projetos que sejam alternativas para levar emprego, renda, saúde, educação e, claro, infraestrutura a todos os brasileiros. Ideias sustentáveis de empreendimentos e demais investimentos que levem em conta a urgência em cuidar do nosso patrimônio social e ambiental”, afirma.

Já André Ferreira, do Instituto de Energia e Meio Ambiente (IEMA), acredita que a iniciativa seja uma significativa oportunidade de divulgar o trabalho de pesquisa, estudos e levantamentos realizado pelas organizações que compõem o GT Infraestrutura nos campos abordados nos ODS, tais como o (7) de energia limpa e acessível, o (9) de indústria, inovação e infraestrutura e o (11) de cidades e comunidades sustentáveis.

A “Infraestrutura Que Queremos” nasce em 2019 como uma concentração de esforços de diversos atores em prol de um debate propositivo e, portanto, qualificado para que sejam pensados investimentos que gerem riqueza para o Brasil e para os brasileiros, sem os impactos negativos percebidos em boa parte dos projetos atuais de infraestrutura do país.

Veja quais dos 17 ODS da ONU são prioritários para a atuação do GT Infra:

ODS 1

Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares.

ODS 3

Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades.

ODS 4

Assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos.

ODS 6

Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos.

ODS 7

Assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos.

ODS 8

Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos.

ODS 9

Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação.

ODS 11

Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.

ODS 12

Assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis.

ODS 13

Tomar medidas urgentes para combater a mudança climática e seus impactos.

ODS 14

Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável.

ODS 15

Proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade.

ODS 17

Fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.