No ar: Biviany Rojas repercute carta enviada aos bancos sobre os riscos e falhas da Ferrogrão

Documento alerta sobre os problemas de licenciamento, falta de consulta às populações impactadas e redução de unidades de conservação, entre outros

A ferrovia Ferrogrão, uma das obras de logística prioritárias do governo federal, não é um bom negócio. A construção de uma linha férrea cortando uma área sensível da Amazônia brasileira leva sérios riscos, não só ambientais e sociais, como também econômicos e de reputação para instituições financeiras potencialmente interessadas em investir no empreendimento. O GT Infraestrutura, junto com mais de 30 organizações e redes da sociedade, enviou uma carta a essas instituições avisando sobre os riscos e falhas desse projeto.

A convidada do episódio 14 do podcast Infraestrutura Sustentável, é Biviany Rojas, do Instituto Socioambiental (ISA). Ela tem acompanhado o projeto e seus problemas há bastante e acredita que o projeto não é sustentável. A convidada também ressaltou o papel de instituições como Supremo, o Tribunal de Contas e o Ministério Público Federal na proteção das populações da região e também do meio ambiente. Você pode ouvir no Spotify ou aqui no site do GT Infra.

Saiba mais sobre a carta e veja o documento na íntegra aqui.

Compartilhe::

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn